Como ganhar dinheiro com importação

Não é segredo que o brasileiro tem um grande apreço pelos produtos de marcas internacionais, e isso tem aberto um grande espaço para o mercado de importação, especificamente para as pessoas que resolvem empreender através da importação para revenda de produtos.

Agora, este modelo de trabalho ainda pode ser uma incógnita para muitas pessoas, deixando muitas dúvidas no ar.

Este artigo surgiu exatamente para eliminar estas dúvidas sobre o mercado de importação para revenda, e mostrar para você como ganhar dinheiro revendendo produtos diversos das maiores marcas do mundo, ou até mesmo produtos multimarcas.

Como funciona o trabalho de importação para revenda?

Se você acha que importar produtos da China, Estados Unidos e outros lugares do mundo é uma tarefa difícil e trabalhosa, você pode estar perdendo uma grande oportunidade de ganhar dinheiro.

logistic 2636250 640 - Como ganhar dinheiro com importação

Fazendo um resumo bem simplificado do processo, você fará a compra de produtos através dos sites qualificados, efetua o pagamento, ajusta alguns trâmites de importação e estes produtos serão enviados para a sua casa.

Não é muito diferente daquilo que você faz quando compra de um site nacional – há apenas alguns cuidados extras que precisam ser observados, além de um pouco de paciência, afinal algumas encomendas podem demorar por volta de 90 dias de trânsito.

O que parece uma desvantagem acaba se tornando uma grande vantagem, pois você como importador vai arcar com a situação de esperar esta importação chegar e vai revender o produto com o seu lucro, e num valor bastante atraente, se comparado com o mercado nacional.

O fato é que qualquer pessoa pode fazer este tipo de importação para revenda, mas nem todas as pessoas querem pagar o preço de esperar, ou lidar com o trâmite – mas elas gostam dos produtos e das marcas, então o mercado fica a sua disposição.

Os concorrentes no mercado interno, que são as grandes lojas e grandes importadores precisam arcar com grandes custas de tarifação, enquanto você pode usar estratégias de importação para pagar pouco ou nenhuma tarifa além do preço.

Os locais mais comuns de onde fazer importação para revenda

É óbvio que, para importar produtos para revender, você precisa pensar como um negócio, estrategicamente, e precisa avaliar o que as pessoas estão dispostas a comprar.

A partir desta análise, você vai perceber que existem dois perfis de clientes, e dois focos principais de importação para revenda, para cada um dos perfis:

– Clientes que gostam de marcas, e então estarão mais interessados em importações provenientes dos Estados Unidos, e são produtos originais.

– Cliente que querem os produtos, mas não consideram as marcas, e por isso o produto pode ser importado da China.

Em alguns casos os produtos originais dos Estados Unidos podem ser fabricados na China e comprados no mercado americano, afinal eles recebem produtos com uma taxa tão inferior à nossa que ainda fazem este processo valer a pena na importação para revenda.

7 chaves do sucesso na importação para revenda

#1 – Estude

O mercado de importação para revenda é muito amplo e existem muitas possibilidades, mas ao mesmo tempo existem muitas particularidades de cada tipo de importação, e o simples fato de você estudar e aprender as técnicas certas fará você ter um índice de sucesso muito mais elevado.

Por isso a primeira chave do sucesso na importação para revenda certamente será estudar bastante sobre o assunto, especialmente o conteúdo técnico.

#2 – Escolha um perfil de cliente

Como estratégia de negócio é importante que você seja um revendedor focado em atender os mesmos clientes mais de uma vez.

O cliente que faz uma compra de produtos de importação tende a comprar novamente, porque ele gosta do produto ou da marca, ou tem a necessidade daquilo, portanto você tem muita chance de vender para a mesma pessoa mais de uma vez.

Então se você vai importar roupas e produtos de beleza para mulheres, coloque todo o seu foco e energia nas mulheres, em trazer sempre coisas novas e atender às suas expectativas.

Não é interessante, mesmo que você tenha dinheiro, em investir em vários perfis de clientes, pois fica difícil fidelizar estas pessoas e a sua atenção acaba dispersa.

Quando você se empenha em conhecer bem o seu perfil de cliente, você passa até mesmo a importar com mais segurança, pois faz escolhas pensadas à mão para atender seus clientes.

Recorrência é um trunfo neste mercado – não venda apenas uma vez para os clientes, venda várias vezes.

#3 – Encontre o seu canal de relacionamento e vendas

Um dos grandes pontos de encontro de quem faz importação para revenda é o Mercado Livre, pois se trata de um site muito conhecido e respeitado no Brasil, que facilita muito o trabalho de quem vende na internet.

Isso não quer dizer que você precisa se limitar a trabalhar no Mercado Livre, as opções são infinitas. Você pode vender em:

  • Grupos de Whatsapp
  • Encontros de amigos
  • Grupos do Facebook, de compras e vendas da sua cidade ou região
  • Seu perfil de redes sociais
  • No seu trabalho
  • De porta em porta, para pessoas de confiança

Apesar destas possibilidades, é importante que você aprenda a distinguir os espaços, pois oferecer produtos repetidamente em grupos de Whatsapp ou para amigos pode ser um tiro que sai pela culatra, ao irritar as pessoas – e isso nos leva à chave 4…

#4 – Crie os seus pontos de vendas e listas

Não estamos sugerindo que você abra uma loja, afinal existe muitos caminhos mais inteligentes de divulgar o seu trabalho, trazendo os seus clientes para uma conversa mais próxima.

Dois caminhos que funcionam muito bem na venda de produtos de importação são o E-mail e Whatsapp, onde você pode criar uma lista de clientes, e enviar uma mensagem para eles sempre que tiver novidades.

Um canal de comunicação direto sempre será uma vantagem para manter as suas vendas acontecendo, e este canal ainda pode te ajudar muito a aprender mais sobre o seu cliente – um erro cruel é acreditar que são canais de comunicação de uma via só, e na verdade é informação que vai, e pode ser informação que volta.

Pergunte para os seus clientes o que mais eles gostariam de ver, de ter como opções – aproveite para ouvir as pessoas que compram de você – elas trarão ótimas informações para o seu negócio de importação para revenda.

#5 – Tenha sempre novidades

Pode ser que você tenha clientes que gostem dos mesmos itens, mas como via de regra você vai precisar se manter atualizado sobre as novidades de mercado e sobre o que as pessoas estão querendo.

Esta é uma regra majoritária caso você decida atuar no mercado de moda, afinal a moda se transforma com bastante velocidade, e você precisa estar atento para aproveitar tendências.

#6 – Cuidado com as quantidades

Além de detalhes técnicos da importação para revenda, como volume, peso e valor declarado, é importante que você faça suas compras com cautela, afinal as compras que são feitas e vendem bem na primeira vez podem não vender tão bem na segunda rodada, e pensando estrategicamente, não é bom para o seu negócio de importação para revenda que você tenha estoque parado.

Cuidado também no mercado da moda com os tamanhos, pois ainda que os fornecedores tentem explicar da melhor forma possível o tamanho das roupas, a modelagem e tamanho do mercado da China, por exemplo, são bem menores que os padrões brasileiros.

#7 – Pense como um negócio

A esta altura fica um pouco redundante falar disso, mas é essencial que você tenha a mentalidade certa para trabalhar no seu negócio de importação para revenda orientado para o crescimento.

Pense em fatores como:

  • Organização geral e das finanças
  • Valor que deseja investir
  • Reinvestir o dinheiro ganho
  • Estratégias de vendas
  • Datas comemorativas e sincronização delas com os prazos de importação
  • Pós-vendas
  • Fidelização dos clientes

Uau, são vários fatores inerentes de um negócio próprio e que podem ser o fator de sucesso ou de fracasso da sua iniciativa de importação para revenda.

Possibilidades reais de ganho

A velocidade com que você vai vender e ganhar dinheiro no mercado de importação para revenda vai depender muito do empenho que você coloca no trabalho.

Quanto mais você se dedica, mais audiência você gera, mais pessoas compram de você e vão aumentando a sua lista de contatos e clientes, e mais trabalhos informativos, estudos e investimentos vão sendo feitos.

Se o seu ritmo for mais devagar, talvez para coincidir com outro trabalho ou um emprego e considerar a importação para revenda como uma renda extra, ainda assim você poderá crescer – não na mesma velocidade de uma dedicação integral, mas consideravelmente bem.

Com relatos realistas, podemos considerar que os ganhos já no primeiro e segundo mês podem girar na casa dos 100 à 800 reais, é claro, dependendo do seu empenho, velocidade e volume de produtos.

Muitas pessoas que dedicam a vida para este tipo de atividade relatam lucros de 3 à 4mil reais – e estamos falando de lucros, e não de faturamento.

Então o mercado de importação para revenda parece bem promissor – afinal são produtos que as pessoas gostam ou precisam, e apesar de isso ser uma novidade para você, assim como qualquer outra experiência nova, é importante estar com a cabeça aberta.

Você poderá errar, mas também vai acertar muito, vai ter que se dedicar bastante e pensar estrategicamente – tudo parte do processo de empreender com importação para revenda, e ganhar dinheiro a partir de seus próprios resultados.

Empreender é isso – encarar o novo, se desafiar e viver dos seus resultados.

Clique aqui e conheça o melhor curso para afiliados, que ensina uma forma rápida e segura de conseguir uma renda extra, passo a passo, clique a clique em casa só dependendo do seu comprometimento e tempo livre.  Você escolhe o produto e divulga online para conhecidos em suas redes sociais.

E como afiliado digital você recebe quando a divulgação dos serviços online converte em venda.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *